quinta-feira, 25 de março de 2010

quando a palavra é amor,

então é inteiro.
é medo, é entrega.
não existem ponteiros.
somente a ânsia de que rodem estáticos.

quando a palavra é amor
a pele arrepia;
o tato implora;
a boca chama;
o tempo ignora;
o olhar hipnotiza;
o dia demora;
a noite ilumina;
o eterno é agora;



quando a palavra é amor
você sempre surge na história.

5 comentários:

San disse...

Protagonista

tai disse...

Eu adoro falar de amor... Lindo :]

Lola disse...

San, protagonista?

E Tai: sim, todos nós amamos falar de amor. É sempre lindo, né?

UltraViolet disse...

Lindo, lindo, lindo!

Nada mais a declarar, a não ser: é lindo!

Amar dá trabalho, mas é lindo.

Mariana Doval disse...

Ma, que lindo...simplesmente, lindo!